A música no desenvolvimento infantil: do processo cognitivo ao estímulo do aprendizado

É bastante comum encontrarmos por aí brinquedos que emitem sons e músicas. Isso acontece porque a música tem um papel fundamental no desenvolvimento e na educação infantil, trabalhando o processo cognitivo e estimulando o aprendizado.

Imagem: criado por Freepik

De acordo com Teca Alencar de Brito, doutora e mestre em comunicação e semiótica pela PUC-SP, “estudar música é abrir a escuta para instrumentos nem tão conhecidos e provocar na gente outras sensações. É também um convite para se aproximar do outro. E as crianças são seres musicais, sensíveis e receptivos. Amplia tudo: a capacidade de criação e integração de corpo e mente, (o que é) fundamental para se tornar um ser humano completo”, apontou em entrevista para a revista Crescer.

Benefícios

São vários os benefícios que os pequenos recebem ao ter contato com a musicalidade, como a melhoria na concentração, o desenvolvimento da fala e da alfabetização, o estímulo da criatividade, o aprimoramento da expressão corporal, mais facilidade na memorização, o aperfeiçoamento da comunicação, além de adquirir aprendizados sobre arte e cultura.

Em artigo para a revista Literartes, o médico neurologista, músico e compositor Mauro Muszkat apresenta um estudo abordando relação entre a música e o desenvolvimento neurológico, mostrando que crianças no geral se expressam melhor através da música e dos sons.

Mas como fazer com que bebês e crianças tenham mais contato com a música? A seguir, listamos alguns estímulos e brincadeiras que ajudam no processo.

Sons e instrumentos

Desde o nascimento até os dois anos de idade é muito importante conversar com o bebê. No início dessa fase, ele já começa a reagir aos estímulos sonoros e também reproduz movimentos da fala, fazendo seus primeiros sons com a boca. Já entre o primeiro e segundo anos, o foco passa para a imitação de sons, como animais e carros, para depois conseguir acompanhar ritmos musicais, reproduzir e até criar as próprias musiquinhas.

Ter contato com instrumentos musicais, sejam eles para batucar, sejam eles com cordas ou sopros, estimula o bem-estar e a criatividade. Crianças que aprendem a tocar um novo instrumento trabalham a concentração e a memorização de notas, músicas e movimentos.

Cantigas

As cantigas são ótimas no desenvolvimento infantil, pois aparecem logo no primeiro contato dos bebês com a musicalidade, e desempenham papel fundamental na sua jornada  durante os primeiros anos de vida.

Quem não tem o hábito de cantar uma música popular infantil para que o bebê durma e fique mais tranquilo?! Esse costume, na verdade, é mais importante do que parece!

Cantigas de ninar, de roda e folclóricas possuem letras fáceis e educativas, fundamentais para um aprendizado saudável e divertido nos primeiros momentos da vida. É bacana apresentar pouco a pouco essas canções para a criança, seja cantando, colocando playlists infantis ou através de livros, como o Turma da Mônica – Folclore para Crianças, que mostra, através dos famosos personagens do gibi, cantigas de roda, músicas folclóricas e brincadeiras musicais que ensinam sobre a nossa cultura sem abrir mão do brincar e do cantar.

Brinquedos e jogos musicais

Existem diversas opções de brinquedos, como xilofones ou chocalhos, que contribuem na assimilação do bebê aos estímulos sonoros. Jogos eletrônicos ou jogos em tablets e smartphones (com a supervisão de um adulto) trazem sons musicais, sons de animais e até mesmo sons com a pronúncia de letras e números em português e em outras línguas.

Também é recomendável, para estimular ainda mais a imaginação, criar junto com a criança os próprios brinquedos e joguinhos, colocando objetos dentro de potinhos para que possam ser chacoalhados. Além disso, ajudá-la a criar as próprias musiquinhas e fazer jogos com objetos que emitem sons diferentes, pedindo para a criança identificar os sons apontando qual objeto tem um som mais agudo, mais grave e assim por diante, são atividades muito divertidas e enriquecedoras.

Filmes e desenhos

Desenhos e filmes com músicas são sempre muito apreciados pelos pequenos. As canções são de fácil compreensão. E hoje em dia, no geral, há opções que trazem algum ensinamento importante para a criança, apresentando já aos mais novos valores que deverão levar por toda a vida.

Assistir a desenhos também ajuda na concentração, uma vez que o foco é direcionado ao que está sendo contado na história. Outro benefício está na fala, alfabetização e expressão corporal, porque, aos poucos, a criança aprende a cantar e dançar junto com os personagens, brincando enquanto acompanha o ritmo.

Mas, claro, sempre muita atenção ao tempo de tela para que a criança tenha contato com demais estímulos. Cabe aos pais ou responsáveis se atentar a esse importante fator!

A música é arte, cultura e oportunidade

A música é a porta para aprender sobre o mundo, desenvolver o lado emocional e até mudar realidades. Não se esqueça que ela também é expressão e, para o mundo da criança, cantar, dançar e ouvir canções são formas poderosas de se preparar para os próximos estágios da vida de forma mais alegre, saudável e feliz.

A música é o vínculo que une a vida do espírito à vida dos sentidos.

A melodia é a vida sensível da poesia.

Ludwig Van Beethoven

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *